Resenha de “Esqueça o Narrador e o Ponto de Vista (POV) — Aprenda sobre FOCALIZAÇÃO” por Vilto Reis e Mais Algumas Experiências Minhas

Acho que uma das primeiras grandes besteiras que todo escritor iniciante comete tem a ver com os pontos de vista dos personagens. E não foi diferente comigo. Até eu entender que sair pulando da mente de um personagem para o outro, apenas para que eu desse todas as informações que eu tinha inventado para o meu leitor, não era boa ideia, levou um tempinho.

Como assinante da newsletter do Vilto Reis, fiquei muito curioso quando ele anunciou seu novo artigo “Esqueça o Narrador e o Ponto de Vista (POV) — Aprenda sobre FOCALIZAÇÃO” (você pode acessá-lo clicando aqui).

Sim, é mais um artigo quilométrico do Vilto, mas tem muita informação interessante.

Resultado de imagem para meme textão

O autor aponta muitas denominações de narradores e como isso pode confundir até mesmo o escritor que tenha tentado muito entender os tais Pontos de Vista antes de começar.

Assim, ele defende o uso de uma de três focalizações:

  • Focalização Interna, onde o leitor tem acesso aos acontecimentos pelos olhos de um personagem, incluindo seus sentimentos;
  • Focalização Externa, que funciona como uma câmera, apenas mostrando ações dos personagens, ou seja, aquilo que pode ser visto de fora da mente de todos eles, e;
  • Focalização Onisciente, que vai além da Interna, dando ao leitor acesso a muito mais da história de um personagem do que apenas o que ele vê ou sente agora, mas também a tudo o que já passou ou que ainda vai acontecer.

Eu tenho tentado com todas as minhas forças escrever usando o Ponto de Vista Profundo (talvez um subtipo da Focalização Interna), que eu aprendi em um artigo da autora Kristen Lamb:

DEEP POV—What is It? Why Do Readers LOVE It?

Desculpe, mas ainda não traduzi esse. E talvez eu não devesse, pois ele tem me arrastado para trás, muito provavelmente por falta de habilidade minha, não por se tratar de uma técnica ruim.

Aliás, um parênteses aqui: os artigos da Kristen são sempre muito bem-humorados, com algumas imagens para quebrar o “paredão de texto” e com informações muito relevantes para quem quer aprender a escrever.

Voltando ao assunto, você pode ver um exemplo de onde tentei aplicar o Ponto de Vista Profundo e creio não ter sido tão bem-sucedido (claro que a gente só percebe ao voltar ao texto um bom tempo depois) no meu conto “O Senhor da Lança“, grátis no Wattpad. Não que eu ache que o conto em si tenha ficado ruim, mas o Ponto de Vista Profundo mais atrapalhou que ajudou, na minha opinião.

Em outra de minhas falhas, na tentativa de publicar na revista Trasgo, Rodrigo Van Kampen, o editor, me deu a seguinte avaliação:

O maior problema é o ritmo da escrita. Apesar do texto gramaticalmente correto, a construção das frases não flui de modo bacana, soa meio truncado. O narrador também se mete demais no texto, explicando demais, o que não dá espaço para o personagem dominar a narrativa. Se puder encontrar alguém especializado em copydesk, você poderá entender melhor o que estou dizendo. (…)

O mais engraçado é que, ao tentar “eliminar” a voz do narrador com o Ponto de Vista Profundo, eu consegui foi justamente o contrário!

Minha conclusão aqui é deixar esse Ponto de Vista Profundo para lá por enquanto e usar a Focalização Onisciente, que parece ter a mesma dificuldade da Focalização Interna, e também penso ser a preferência da maior parte dos leitores, pelo menos pelo que pude perceber em algumas de minhas últimas leituras:

Vou fazer testes com a focalização e espero que você continue por aqui para me dizer o que acha.

Mas, isso, só depois que eu terminar de organizar os “Microcontos Volume 4”, que não vai ter microconto meu, apenas de terceiros.

Vamos nessa e até a próxima,
Lucas Palhão

2 comentários sobre “Resenha de “Esqueça o Narrador e o Ponto de Vista (POV) — Aprenda sobre FOCALIZAÇÃO” por Vilto Reis e Mais Algumas Experiências Minhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.