Quarta-Feira Criativa

Quarta-Feira Criativa – 02/09/15

Quem ainda não teve oportunidade de conhecer as regras, por favor, acesse

https://lucaspalhao.wordpress.com/2015/08/26/projeto-quarta-feira-criativa/

Então, se você for participar, veja a foto a seguir, mas não leia o meu conto, que estará na sequência, até que tenha publicado o seu nos comentários.

Quarta-Feira Criativa
Quarta-Feira Criativa

Era uma tarde nebulosa de domingo e eu não tinha nada de bom para fazer. Tinha um dado amarelo, do jogo de tabuleiro War II, que eu estava apreciando há alguns minutos. Cansei de mirar o objeto e dei uma olhada ao meu redor. Vi o controle da televisão, mas ligar a TV no domingo é tenso. Depois, vi meu celular, que já não vibrava há algum tempo. Eu tinha desligado as notificações, porque não aguentava mais ler mensagens dos outros reclamando que não tinham nada para fazer. Eis que tive uma ideia. Abri o teclado de discagem. Joguei o dado, digitei o número. Repeti o processo. Depois, mais seis vezes e pressionei chamar. Na tela, apareceu “Ligando para Chefe”.

“Caramba, que azar”, pensei e desliguei o mais rápido que pude. Segundos depois, apareceu “Chefe ligando”.

– Alô? – atendi, desanimado.

– Daniel, eu estava pensando em você. Vai conseguir me entregar aquele relatório amanhã? – indagou meu chefe.

– Claro! – respondi com um sorriso amarelo que ele não podia ver. – Até amanhã – disse e desliguei.

Eu ainda nem tinha começado a trabalhar nele. Bom, pelo menos, agora eu tinha muito o que fazer no domingo.

Anúncios

19 comentários sobre “Quarta-Feira Criativa – 02/09/15

  1. Minha última noite na cidade. A viagem não tinha saído de acordo com o planejado. Sentia tristeza e desânimo. Mas me recusava a passar aquela noite trancada no quarto do hotel. Um banho relaxante, a melhor roupa, o melhor perfume. Saí do quarto tentando não transparecer os sentimentos que circulavam por mim. Destino final: cassino.
    Sentei-me em uma das mesas do Jogo de Dados e fiz uma aposta. Precisava de um 7 ou de um 11. Definitivamente, a sorte não me acompanhava naquele dia: os dois dados caíram no número 1. Talvez fosse um sinal. De fato, a noite não estava para mim.
    Peguei minha bolsa e o celular e me preparei para deixar a mesa, quando o telefone tocou. Uma voz conhecida dizia meu nome do outro lado. Quando olhei para a frente, seguindo as instruções da voz, lá estava ele, esperando por mim na entrada do Cassino.
    Trazia flores e um sorriso que fez todo o resto perder a importância.

    Título: Cassino

    Site: http://reflexoeseangustias.com

    Gostaria, sim, que fosse publicado, caso haja a possibilidade.
    Obrigada!
    🙂

    Curtido por 4 pessoas

      1. Creio que eu não vá precisar escolher.

        Só se alguém escrever algo muito ofensivo…

        Todo mundo que quiser que eu republique já está selecionado.

        E também são muito bem-vindos aqueles que quiserem escrever o microconto e não querem que eu republique.

        Curtido por 1 pessoa

  2. ESCOLA

    O QUE É A ESCOLA?

    LUGAR PARA APRENDER O ABC?

    OU É LÁ QUE AS CRIANÇAS APRENDEM A CRESCER? QUERIA EU SABER.

    EU NÃO SEI BEM O QUE FAZEM LÁ.! SÓ SEI QUE QUERO UM DIA PODER ESTAR LÁ.

    TEM UNS QUE DIZEM NÃO GOSTAR DE LÁ. QUE É CHATO.

    E TEM OUTROS QUE NÃO QUEREM SAIR DE LÁ.

    O QUE SERÁ QUE PRECISA PARA SER FELIZ POR LÁ? A ESCOLA É UM LAR?

    OU A ESCOLA É LUGAR PRA GUARDAR MENINOS QUE NÃO QUEREM PENSAR?

    ESSA É A PERGUNTA QUE HOJE ME FAZ PENSAR.

    POR LAYNNE CRIS

    (TEXTO BASEADO EM HISTÓRIAS DOS ALUNOS DO EJA – PROJETO “MINHA VIDA NUM CORDEL” – ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO)

    REFLEXÃO SOBRE O PAPEL DA ESCOLA

    Curtido por 1 pessoa

  3. DEUS NÃO JOGA DADOS

    A vida é assim mesmo, parece que estamos sempre jogando dados, ora acertamos e ficamos bem contentes ora a coisa muda e a tristeza é estampada na cara. Para que tudo isso possa ocorrer de forma controlada se assim podemos dizer o importante é termos sempre com quem contar, seja um amigo um irmão, um parente ou até mesmo alguma relação espiritual que tenha e sinta-se a vontade na sua fé para compartilhar e dali obter forças ou inspiração para que possa ultrapassar essa fase.
    Quando a celebre frase atribuída ao cientista Albert Einstein dizendo, “Deus não joga dados com o Universo”, tornou-se clichê, muitos começaram a ter uma visão do velho barbudo com um tabuleiro jogando seus dados para saber qual o próximo passo. Estranho, mas basta ter um pouco de bom senso e saber que em dias atuais até mesmo entidades de ajuda sem fins lucrativos podem dar orientações de quase tudo desde como preparar uma mamadeira até mesmo primeiros socorros essenciais nesses momentos aflitos, mas lembre-se para tanto pegue o telefone, ligue e ouça a voz do outro lado, quem sabe seu sorriso não possa voltar o mais breve possível, afinal a vida é um jogo, mas entramos sempre para ganharmos, então muda essa cara de tristeza, chute os dados sobre a mesa e pegue o telefone para marcar um belo passeio.
    Titulo: Deus não joga dados – publicação autorizada – Blog Unobtainium – autor: Cláudio El-Jabel

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s